Andreas Pereira fala pela primeira vez sobre futuro no Flamengo e o erro contra Palmeiras

O meia Andreas Pereira, do Flamengo, falou pela primeira vez sobre a falha cometida na final da Libertadores contra o Palmeiras, no dia 27 de novembro, em Montevideu, no Uruguai. Em entrevista ao “ge”, o jogador admitiu o baque após o lance, que custou o título continental, e contou que o reviu diversas vezes. Chegou até a ter sonhos com a situação. – Eu já vi um milhão de vezes. No momento, estava muito claro o que eu ia fazer e a bola acabou escapando. Já vi um milhão de vezes para ver o que aconteceu, o que poderia ter feito. Não só vi, tive vários sonhos – disse o meia.

– Para mim, dentro de campo, a final foi um dos jogos que me senti melhor. Não estava acreditando que aquilo tinha acontecido comigo em uma bola que arrisco 100 vezes nos jogos e nunca tinha perdido. Justamente na final, no título que eu mais queria ganhar, vim para o Brasil para ganhar esse título, e teve que acontecer comigo. Não quero que aconteça com nenhum companheiro e fiquei muito triste, foi uma decepção, mas… como vou dizer? Foi um momento de tristeza. Foi difícil – completou Pereira.

A falha de Andreas abriu caminho para Deyverson marcar o gol do tricampeonato do Palmeiras. O resultado é sempre levado em conta nas discussões internas do Flamengo sobre o futuro do meia, que pertence ao Manchester United e tem contrato com o Rubro-Negro até junho.

Questionado sobre o sentimento caso não permaneça no Flamengo, Andreas disse que ao menos ficará tranquilo pelo reconhecimento dos torcedores sobre seu esforço. – Frustração não. Vim para o Flamengo para mostrar meu futebol e vou mostrar muita coisa ainda. Claro que fica a decepção de não ter ganhado os títulos, com certeza, mas sempre tentei mostrar o meu valor dentro de campo e a torcida reconheceu. Não é por um lance que isso vai por água abaixo.

O jogador garantiu que a pressão pela falha ficou no passado e almeja construir novos capítulos vitoriosos pelo clube. – Na primeira semana, minha família me ajudou bastante, a minha mulher… Mas agora tento pensar em coisas positivas. Aquele lance não vai apagar o que eu fiz pelo Flamengo antes e o que eu posso fazer ainda. Sou maior do que somente um lance que aconteceu – falou Andreas.