Árbitro do Brasileirão revela já ter recebido oferta para “entregar” jogo

Aos 50 anos de idade, o carioca Marcelo de Lima Henrique, que faz parte atualmente do quadro de arbitragem da Federação Cearense de Futebol, já passou por muitas situações no futebol, inclusive uma oferta para entregar uma partida.

A situação ocorreu, segundo o juiz, ainda no início de carreira, em um jogo de categorias de base, no interior do Rio de Janeiro.

“No início de carreira eu fui fazer um jogo no interior. Base. Eu cheguei no estádio e um diretor me convidou para almoçar com eles no refeitório dos atletas. Hoje você não vai (almoçar com um diretor) porque o cara vai falar bobagem… Pô, eu estou lá almoçando e ‘se meu time ganhar, vou dar um presente que eu sempre dou aqui’. Eu falei: “chefe, você acabou de fazer eu largar a comida aqui…’. Larguei a comida e fiquei com fome“, disse Marcelo Henrique em entrevista ao Charla Podcast na última quarta-feira (13).

Segundo ele, essa foi a primeira e única vez em que recebeu uma oferta para arranjar o placar de uma partida.

“Foi a única vez que eu passei por isso. Acho que a minha figura, essa minha cara feia, espanta um pouquinho. Não tenho amigo dirigente, não tenho amigo jogador. Cada um no seu quadrado. Acho que a postura espanta algumas coisas“, completou o árbitro.