Bandeira de Mello critica construção de novo estádio e defende: ‘prefiro o Maracanã’

O Flamengo começa a discutir a possibilidade de construir o seu próprio estádio. Para tanto, o clube chegou a agenda uma reunião entre o presidente, Rodolfo Landim, e o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. O intuito seria utilizar a estrutura do Parque Olímpico, usado nos Jogos de 2016, para a edificação do empreendimento.

O projeto, porém, divide opiniões entre pessoas ligadas ao clube. É o caso do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello, que em participação no Prêmio Fui Clear do Futebol Brasileiro, teceu os seus comentários pessoais a respeito do assunto, criticando a decisão tomada pela presidência de Rodolfo Landim.

“Minha preferência é pela licitação e concessão do Maracanã no longo prazo, de 35 anos, tendo a segurança jurídica e econômica pro concessionário que eu espero que seja o Flamengo. Se o Flamengo for o concessionário do Maracanã, não precisa pensar em outro estádio”, disparou o ex-presidente.

Na sequência, Bandeiro de Mello recordou que à época da Ilha do Urubu, o Flamengo tomou a decisão de mandar os seus jogos no local por estar impossibilitado de atuar no Estádio do Maracanã. Todavia, a preferência do ex-presidente sempre residiu no templo maior do futebol internacional.

Sobre o interesse do Vasco da Gama em assumir a gestão do Maracanã, Eduardo Bandeira de Mello salientou que o Rubro-Negro sempre foi o comandante do estádio nos últimos 72 anos. Deste modo, não enxerga possível a hipótese do Jornalista Mário Filho estar dissociado do Mais Querido.