Corinthians esclarece situação de William e questiona a Anvisa por desigualdade; confira

Na manhã deste domingo (12), dia do confronto entre Atlético-GO e Corinthians, a equipe alvinegra publicou uma nota esclarecendo o caso do meia-atacante Willian, que acabou tendo a sua reestreia adiada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Segundo o Timão, o clube sempre cumpriu com as regras sanitárias impostas pelas mais diferentes autoridades de saúde. Por conta disso, cumprirá sem objeções o papel de difusor das medidas da portaria 655/21.

Ainda na nota, o clube diz ter o direito de protestar pelo tratamento desigual. Isso porque o meio-campista Andreas Pereira, do Flamengo, também chegou da Inglaterra e, sem fazer a quarentena imposta pela Anvisa, realizou a sua estreia com a camisa rubro-negra.

Andreas desembarcou no Rio de Janeiro no dia 20 de agosto e teria que ficar isolado por 14 dias, o que não aconteceu. O jogador participou das atividades do Flamengo, foi relacionado para dois jogos e entrou em campo na partida contra o Santos, oito dias após sua chegada ao país.