Crise interna na CBF coloca Renato Gaúcho como possível substituto de Tite na Seleção Brasileira

Nesta sexta-feira (17), uma notícia atingiu em cheio a torcida do Flamengo. Isso porque, após início avassalador, o nome de Renato Gaúcho está ameaçado no clube. Segundo o repórter Guilherme Amado, do jornal Metrópoles, uma das primeiras intervenções da CBF depois do afastamento de Rogério Caboclo será substituir Tite no comando da Seleção. Com isso, o treinador do Rubro-Negro é o mais cotado para assumir o cargo.

No momento, tudo indica mesmo que Renato Gaúcho possa assumir a Seleção Brasileira em breve. A mudança de comando na CBF é questão de tempo, visto que Rogério Caboclo será afastado da entidade em definitivo. Dessa forma, a nova direção estaria atrás de aprovação do presidente Jair Bolsonaro, o técnico Tite é um desafeto declarado do mandatário, enquanto o treinador do Flamengo jamais se opôs.

Dessa forma, Tite pode deixar o comando da Seleção Brasileira com apenas cinco derrotas e 80% de aproveitamento. Apesar dos números assustadores, especialmente para um treinador que tem pouquíssimo tempo de treinos, o ex-Corinthians não é mais unanimidade entre os torcedores e cartolas. Isso porque, no momento, o técnico é visto como resultadista, já que a Canarinho não consegue emplacar um ‘futebol bonito’.

Caso venha a assumir a Seleção Brasileira, Renato se despediria do Flamengo nos mesmos moldes de Tite: com aproveitamento avassalador. Inclusive, o treinador rubro-negro tem o melhor início de trabalho da história do clube. Ao todo, foram 16 jogos, com 14 vitórias, um empate e uma derrota. Além disso, o comandante recuperou a alegria dos jogadores e, especialmente, da Nação.