Ex-árbitro Paulo César, afirma que Gabigol deveria ser expulso contra o Santos

O atacante Gabigol marcou o gol da vitória do Flamengo contra o Santos, no sábado, em jogador válido pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 9 entrou na segunda etapa e deu a vitória ao time carioca após pegar o rebote de uma defesa do goleiro João Paulo.

Após o gol, o jogador fez uma comemoração ameçando tirar a camisa, já que ele tinha cartão amarelo. O que era para ser uma brincadeira, poderia ter se tornado uma dor de cabeça, segundo o comentarista da TV Globo, Paulo Cesár de Oliveira.

“Temos o texto da regra. Viralizou como se fosse uma pegadinha, ele tinha o amarelo, e no rigor da regra, estamos aqui para passar a regra, não fiquem bravo com a Central do Apito, até a arte da regra, vou pedir para colocar e vamos colocar. Um jogador deve ser advertido com cartão amarelo, inclusive se o gol for anulado se tirar a camisa ou cobrir a cabeça com a camisa. O que era para ser uma pegadinha, era para ter sido o cartão”, disse PC.

Em seguida, o apresentador André Rizek questionou se PC de Oliveira estivesse apitando o jogo, expulsaria o jogador com o segundo cartão amarelo. O ex-árbitro não titubeou e respondeu.

“O que diz a regra do jogo, se o árbitro vê, tem que expulsar o jogador. Ele recebeu o amarelo em uma confusão antes com o Zanocelo”, completa.