Ex-jogador do Flamengo revela bastidores do clube e fala de atrasos salariais sofrido por ele

Alguns clubes do Brasil estão vivendo um caos em suas finanças e a pandemia foi um dos fatores que agravou a situação de muitos desses times. Essa condição é bem diferente da realidade do Flamengo, que tem um equilíbrio financeiro invejável e vai fechar 2021 “no azul”.

Só que no passado essa poderia não ser a realidade do Mais Querido do Brasil, se levar em conta uma entrevista concedida por Fellype Gabriel, dada ao Charla Podcast. O jogador, que passou pelo Flamengo no passado, disse que passou por uma realidade diferente a essa.

Segundo ele, o clube nunca lhe pagou em dia e que a cada vez o treinamento era em um lugar diferente. Inclusive, que o Ninho do Urubu, na época, tinha somente um vestiário com um só cano e que o clube evoluiu nesse tempo. O atleta disse que os salários eram pagos quando se acumulavam três meses e que o momento vivido no Rubro-Negro hoje é fruto de organização. Ele ressalta que o time tinha dinheiro sim, mas que não era organizado.

Ele diz estar feliz de ver o clube como está e que isso é fruto de boa organização. “Pararam pra pensar, estruturar e hoje, com o trabalho correto, estão colhendo os frutos”, afirmou.

Fellype disse que na época até usar seu prestígio para tentar regularizar o salário dele e de demais, porém, alguns mandatários teriam ficado descontentes com ele.