Flamengo separa caminhão de dinheiro para +3 contratações, elenco deve ficar fortíssimo

O Flamengo fez importantes movimentações na janela de transferências do início do ano. Inicialmente, a diretoria acertou a contratação do técnico português Paulo Sousa. Em seguida, Marinho, do Santos, foi anunciado como o primeiro reforço para o novo comandante, com vista a substituir Michael, vendido para o Oriente Médio. Os zagueiros Fabrício Bruno (Red Bull Bragantino) e Pablo (Lokomotiv Moscou, da Rússia), o goleiro Santos (Athletico-PR) e o lateral Ayrton Lucas (Spartak Moscou, da Rússia) fecham a lista.

Entretanto, a diretoria entende que novas peças devem chegar na janela de transferências do meio do ano, na medida em que alguns dos pedidos feitos por Paulo Sousa ainda não foram integralmente atendidos. Conforme apurado pelo portal Gávea News, uma dessas posições diz respeito a um meio-campista que seja capaz de realizar o “box-to-box” – marcando os adversários e contribuindo para a formação de jogadas ofensivas.

Nessas condições, os nomes em evidência na Gávea são os de Fernandinho, do Manchester Ciy, e Arturo Vidal, da Inter de Milão, ambos com os vínculos contratuais próximos do fim. O caso do chileno é o mais emblemático, na medida em que o próprio jogador revelou o desejo de vestir o manto em recentes declarações.

Outro problema para o técnico Paulo Sousa diz respeito à função de um meia de criação. A única peça existente no elenco é Arrascaeta, titular absoluto e sem um atleta que seja capaz de substituí-lo. Com efeito, o time precisa encontrar uma peça de substituição, tendo em vista as batalhas pelo Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, as quais devem coincidir, em algum momento, com convocações para a Seleção Uruguaia levadas a efeito pelo técnico Diego Alonso.

Por fim, o terceiro nome fica por conta do sistema defensivo, sobretudo no que toca à lateral-esquerda. No momento, Filipe Luís é titular incontestável, mas os 36 anos de idade pesam para a manutenção do ritmo até o fim da temporada. Uma saída é a compra em definitivo de Ayrton Lucas, que fica por empréstimo na Gávea somente até o fim da temporada.