Flamengo x Universidad Católica: provável escalação, onde assistir e horário

Flamengo x Universidad Católica se enfrentam nesta terça-feira (17), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Maracanã. O jogo é pela fase de grupos da Copa Libertadores da América 2022, mas pode garantir a classificação às oitavas de final. Veja a provável escalação, como assistir ao vivo e a preparação.

Invicto na Copa Libertadores 2022, o Mengão ainda não decolou na temporada e vive uma crise com seu treinador. Assim, a partida no Maracanã deve contar com apoio dos torcedores, mas também protestos contra o baixo desempenho e a diretoria.

Além disso, o treinador segue repleto de desfalques: Fabrício Bruno, Gustavo Henrique, Vitinho, Filipe Luís, Matheus França, Santos e Diego Alves estão fora. Para piorar, Rodrigo Caio, que estava à disposição, voltou a sair de campo contra o Ceará e é dúvida mais uma vez.

O nosso gol e a defesa virou um dos principais problemas. Santos está com uma lesão nos quadríceps da coxa esquerda e segue em tratamento. Já o jovem Hugo Souza não vem de boas partidas e falhou novamente no último jogo. Nesse sentido, Diego Alves também não terá condições de jogo.

Gustavo Henrique, que sentiu a coxa direita antes da estreia do Brasileirão há mais de um mês, ainda está fora da lista de relacionado. Assim como nosso lateral Filipe Luís, que deixou o clássico contra o Botafogo aos 21 minutos do primeiro tempo com dores na panturrilha esquerda.

Já o nosso meio-campo pode contar com retorno da dupla João Gomes e Willian Arão, mas Paulo Sousa ainda aguarda a liberação dos jogadores do setor defensivo para decidir. No entanto, no ataque, o técnico do Flamengo não deve ter problemas. Bruno Henrique e Gabigol voltando a formar dupla.

Ficha Técnica de Flamengo x Universidad Católica

Estádio e Horário

Maracanã, 21h30.

Onde assistir ao vivo e ouvir

SBT. Mas a FlaTV+ também vai transmitir. ou assistir aqui pelo nosso site!

Rádios Globo, Brasil e Tupi.

Provável escalação do Flamengo

Hugo; Ayrton Lucas, David Luiz, Pablo e Isla; Arão, João Gomes, Arrascaeta e Éverton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol.