Gabigol pede paciência com Paulo Sousa e a torcida: “Tava impossível jogar hoje”;

Na noite desta quinta-feira, o Flamengo venceu o Audax pelo placar de 2 a 1. Gabi marcou um golaço e teve grande atuação, o que levou o camisa 9 ser escolhido o craque da partida. Após o jogo, o artilheiro elogiou o time e o trabalho de Paulo Sousa.

“Feliz pelo gol, um belo gol. Mais um grande dia pra mim com a camisa do Flamengo. Fizemos uma boa partida. Acho anormal – mas também normal, a impaciência da torcida. Tem que ter calma, o professor acabou de chegar. A gente está treinando bastante… Estamos crescendo fisicamente, taticamente e tecnicamente. O campo não estava nas melhores condições hoje. Mas, creio eu, que aos poucos vamos entender a nossa nova forma de jogar”, declarou.

O príncipe da Gávea também falou sobre o gol marcado, na comemoração Gabi esticou o punho em um símbolo contra o racismo. O atacante voltou a falar da cena lamentável dos tricolores no Fla-Flu.

GOL DO GABIGOL:

“Um gol especial, um golaço. Em um dia especial para mim, onde pude fazer a comemoração para mostrar que todos somos iguais e o que aconteceu contra o Fluminense tomara que fique para trás e as providências sejam tomadas”.

Por fim, o ídolo da Nação falou sobre a parceria com Pedro. O camisa 9 disse saber da ansiedade da torcida para ver a dupla atuar junta, mas disse que é preciso ter calma e paciência que as coisas vão fluir naturalmente com o entrosamento.

“Aos poucos a gente vai se entendendo melhor, é preciso ter calma. A gente entende a ansiedade da torcida, nós também temos. É muito bom jogar com ele, quase consegui dar uma assistência para ele ali para fazer um gol. Temos que ter paciência, é a primeira vez que estamos tendo uma sequência juntos e aos poucos vamos chegar à perfeição”.