Nenê afirma que nunca jogaria pelo Flamengo e o botafogo está no mesmo ‘patamar’ do rubro-negro

Em sua segunda passagem pelo Vasco, Nenê vem agradando os torcedores apesar dos momentos complicados que o clube carioca vem enfrentando. A identificação do veterano com o Cruzmaltino é tanta que ele afirmou não aceitar uma oferta para jogar no maior rival do clube de São Januário, o Flamengo.

“Depois que eu vim para o Vasco, não (iria). Não tem como. A rivalidade é muito grande, não tem cabimento. Iria ser muito ruim pela identificação que eu tenho pela torcida do Vasco. Não diria traição, mas seria uma coisa muito ruim. Você quer ganhar do maior rival”, afirmou em participação no canal “Fanático Vascaíno”.

Nenê abordou sua passagem pelo Fluminense, rival do Vasco, que aconteceu entre 2019 e 2021. Na opinião do veterano, a rivalidade entre as duas equipes é bem menor que a do Cruzmaltino com o Flamengo.

“É minha profissão, mas no caso de Vasco x Flamengo é outra parada. O Fluminense não é a mesma coisa com a rivalidade, e eu acabei indo de outro clube, do São Paulo”, disse.

Além disso, Nenê admitiu que o Flamengo, no papel, está acima do Vasco, assim como o Fluminense. Em relação ao Botafogo, o meia acredita que os clubes estão no mesmo patamar. Mesmo com a superioridade dos dois rivais, o maestro do Vasco deixou claro que o assunto não entra em campo no momento em que a bola rola.

“É difícil… Com certeza, eles (Flamengo) tem uma vantagem, com um elenco mais qualificado, mas quando é clássico, é diferente, são 11 contra 11. No papel, eles tem mais jogadores de reposição… Fluminense fez algumas contratações, está num nível acima. Com o Botafogo, acho que tá igual”, analisou.