Paulo Sousa quer reforços pontuais e ‘certeiros’ para a temporada 2022; Zaga é prioridade

De acordo com as informações publicadas nesta terça-feira (04) pelo portal Goal Brasil, o técnico português recém contratado Paulo Sousa aprovou as peças disponíveis no elenco rubro-negro e quer apenas reforços pontuais, com preferência para o setor defensivo.

Nos últimos dias, o novo treinador aproveitou para se dedicar a estudar a estrutura e o elenco que terá em mãos, deixando claro à diretoria rubro-negra que contará com praticamente todos os jogadores disponíveis no momento.

Paulo Sousa pretende aprofundar o seu conhecimento trabalhando no dia a dia com os jogadores e dispensa qualquer possibilidade de “barca” no elenco do Flamengo.

Paulo Sousa quer reforços pontuais

Com o elenco aprovado por Paulo Sousa, ficou definido que o Flamengo buscará trazer reforços pontuais para a temporada 2022.

O plano inicial é que cheguem entre dois a quatro nomes no máximo, com prioridade para o setor defensivo.

Goleiro, zagueiro e volante foram as posições que, segundo Paulo Sousa, precisam de ajustes mais imediatos.

O novo treinador português é aguardado no Rio de Janeiro na próxima sexta-feira (07), para ser oficialmente apresentado como novo técnico do clube.

A reapresentação do elenco principal do Flamengo está agendada para o dia 10 de janeiro.

Perfil de Paulo Sousa

O esquema tático mais utilizado por Paulo Sousa nas suas equipes é o 4-2-3-1, proporcionando um equilíbrio ao time e trabalhando com um atacante de referência.

Ao encerrar a carreira como jogador, o português iniciou seu currículo à beira do gramado como auxiliar técnico da Seleção Portuguesa, em 2008.

Confira um pouco da carreira de Paulo Sousa como técnico:

  • 2005–2008: Portugal (sub-16)
  • 2008–2009: Queens Park Rangers
  • 2009–2010: Swansea City
  • 2010: Leicester City
  • 2011–2013: Videoton
  • 2013–2014: Maccabi Tel Aviv
  • 2014–2015: Basel
  • 2015–2017: Fiorentina
  • 2017–2018: Tianjin Quanjian
  • 2019–2020: Bordeaux
  • 2021: Seleção Polonesa

Paulo Sousa e Flamengo

treinador português Paulo Sousa, novo comandante do Flamengo, acaba de ser anunciado. A expectativa é de que o Mais Querido desembolse cerca de 1 milhão e meio de reais para pagar Paulo e sua comissão.

Para arcar com o orçamento de todos que compõe a comissão técnica do treinador português, o valor a ser desembolsado pelo Flamengo corre na casa de R$1,5 milhão a cada 30 dias. O salário de Paulo gira em torno de R$1 milhão, enquanto o restante do seu staff custará cerca de R$500 mil mensais.

Com uma visão e entendimento de futebol que se mantém atualizado ao que hoje é praticado nos grandes cenários do futebol, Paulo Sousa trabalha muito com três fatores em seu time: ataque posicional, amplitude de campo e profundidade na última linha da defesa adversária: características de um futebol moderno que podem se encaixar no Flamengo de 2022.

Para Paulo Sousa, o Mais Querido é um “clube extraordinário, grande e que respira vitórias”, o que se encaixa perfeitamente em seu perfil.

“Minhas expectativas para 2022 são ótimas, um clube extraordinário, grande e que respira vitórias, e com certeza é isso que a gente tem que criar em nossa cultura diariamente”.

Perguntando sobre o motivo que o levou deixar a Seleção Polonesa, Paulo Sousa foi direto e disse que a grandeza do Flamengo pesou muito para sua decisão.

“É grandeza. É grandeza do clube. As minhas próprias expectativas, é ganhar junto a um clube que tem essa ambição constante. Temos a mesma ambição”, disse o treinador.

Ainda segundo o treinador, as expectativas para 2022 são ótimas. Ele ainda disse que todos os jogadores do Flamengo serão importantes, uma vez que a temporada é muito longa.

“Alô, Brasil! Esta é uma mensagem para maior torcida do mundo. Faço com muito orgulho e satisfação, de representar um clube com uma grandeza incomparável como a do Flamengo. É hora de trabalharmos muito para dar alegrias, títulos e aproximar os mais de 40 milhões de torcedores em torno do time. Jogaremos juntos, Saudações”, disse o novo técnico do Flamengo.