Pedro tem ‘chance de ouro’ de conquistar titularidade com o novo técnico Paulo Sousa

Pedro sempre se destacou e chamou a atenção dos torcedores do Flamengo devido ao desempenho acima da média apresentado. Porém, os técnicos que lideravam o Flamengo até aqui sempre colocaram o atacante como reserva. O atleta, por outro lado, tem chance de conquistar a titularidade na equipe de Paulo Sousa e terá uma grande oportunidade de se firmar entre os 11 principais.

Gabriel Barbosa não comparecerá da terceira semana de pré-temporada guiada por Paulo Sousa, pois estará com a Seleção Brasileira. Além disso, Michael está próximo de ser oficialmente negociado com o Al Hilal, dos Emirados Árabes. Dessa forma, com menos três opções no ataque,  Kenedy retornou ao Chelsea (ING), Pedro deve começar 2022 como titular.

Até por que, além de Gabigol, Arrascaeta e Everton Ribeiro, selecionados por Uruguai e Brasil, respectivamente, também passarão cerca de dez dias ausentes. Com isso, Paulo Sousa fica sem opções importantes para ajustar o sistema ofensivo, e Pedro deve se beneficiar desta oportunidade. É importante lembrar, ainda, que o técnico gosta e sempre quis contar com o centroavante rubro-negro.

A partir de segunda-feira (24), Paulo Sousa intensificará os treinos táticos, e, da mesma forma como Gabigol, Everton Ribeiro e Arrascaeta, o chileno Maurício Isla também foi convocado e será ausência. Com tantos espaços a serem preenchidos na defesa do Rubro-Negro, os reservas, principalmente Pedro, terão a chance de conquistar o técnico. O camisa 21, contudo, é quem mais deve ganhar oportunidades.

O retorno dos selecionáveis será no dia 02 de fevereiro, enquanto a programação de Paulo Sousa é usar o time principal apenas no dia 06 do próximo mês, no clássico contra o Fluminense. Até lá, Pedro terá tempo suficiente para, definitivamente, ter conquistado e assegurado a vaga na equipe de titular.

É importante reforçar, contudo, que Gabriel Barbosa e Pedro devem jogar juntos juntos em diversos jogos na temporada. O próprio Paulo Sousa já expressou o interesse de colocar ambos como titulares, inclusive incluindo Bruno Henrique, formando um trio extremamente letal aos adversários.

— Em relação ao Pedro e Gabigol, penso que temos três atacantes muito fortes. Claro que só depois de trabalhar em campo vamos poder entender a capacidade de cada um. Só depois de interagirmos, vamos poder tomar decisões. Em outros clubes, integrei três atacantes. Penso também em fazer em vários jogos desde o início e durante o próprio jogo também -, disse, na entrevista coletiva de apresentação. O técnico ainda prosseguiu:

— Com certeza trabalhando com uma ideia em comum, é possível. Bruno Henrique é muito forte, tem muita qualidade de gol e de área. Também pensamos em integrá-lo em todos os processos e dinâmicas. Gosto de ver minha equipe criar oportunidades. São três jogadores com muitas oportunidades de concretizar. Marcando mais do que nossos adversário, ganhamos os jogos. Quero criar oportunidades para fazermos muitos gols -, concluiu.

Desde que chegou ao Flamengo, Pedro já jogou em 100 jogos com o Manto Sagrado. Dos quais, ele foi titular em apenas 49 partidas, ou seja, em menos de 50% dos duelos disputados. Desde 2020 no Mengão, o centroavante já marcou 41 gols e deu 11 assistências.