Rafinha teria ido ao treino do Flamengo e ‘tirado’ a paciência de Renato Gaúcho

Dias antes do confronto contra o Grêmio pelo campeonato Brasileiro, o jogador Rafinha, ex-Flamengo (2019 e 2020), fez uma visita ao treinamento do rubro-negro carioca em Porto Alegre (RS). A atitude irritou Renato Gaúcho, que não estava ciente da visita do lateral do Grêmio e achou a situação desconfortável. As informações foram dadas pela jornalista Raisa Simplicio.

O jogo entre Flamengo e Grêmio terminou empatado pelo placar de 2 a 2 e foi o último antes da final da Libertadores.

No empate com o Grêmio do dia 23 de novembro, o Flamengo praticamente abandonou o sonho do tricampeonato brasileiro. No momento, a diferença entre o Mais Querido e o Atlético-MG é de 8 pontos, faltando três rodadas para o término do torneio nacional.

  • Atlético-MG: 78 pontos
  • Flamengo: 70 pontos

Rafinha no Flamengo

O lateral-direito Rafinha chegou ao Flamengo em 2019. Ele fez parte do ano mágico rubro-negro e conquistou taças importantes com o clube, como, por exemplo, a Taça Libertadores da América e o Campeonato Brasileiro. Em meados de 2020, ele deixou ao clube e foi jogar na Grécia.

Em março de 2021, entretanto, Rafinha foi contrato para jogar pelo Grêmio. No entanto, o atleta jamais escondeu a sua admiração e agradecimento ao Mais Querido.

Renato Gaúcho demitido

Renato Gaúcho foi demitido do Flamengo na última segunda-feira, 29 de novembro. O treinador não resistiu após o vice da Copa Libertadores da América e a eliminação da Copa do Brasil para o Athletico-PR na semifinal. Ele deixou o time na segunda posição do Brasileirão, mas com o título praticamente perdido para o Atlético-MG.

Em seu lugar ficou Maurício Souza. Ele assumiu de forma interina na partida contra o Ceará, na última terça-feira (30), pelo Campeonato Brasileiro. O técnico interino continuará no cargo até o fim de 2021.

O técnico Renato Gaúcho deixou o Flamengo após 37 jogos, com 24 vitórias, 8 empates e 5 derrotas. A equipe rubro-negra marcou em 33 dos 37 jogos e sofreu gols em 20 jogos no tempo em que ele esteve no comando do Mais Querido. Ele não conquistou nenhum título treinando o Flamengo.