Riquelme compara Neymar e Messi e crava seleção favorita na Copa América

Um dos maiores craques argentinos das últimas décadas, o meia Juan Román Riquelme, que ocupa o cargo como um dos vice-presidentes do Boca Juniors, concedeu entrevista exclusiva à ESPN Argentina e falou, dentre inúmeros temas, sobre os favoritos ao título da Copa América.

O craque não se fez de polido e colocou a Argentina como a grande favorita para a conquista do torneio. De acordo com Riquelme, Messi, artilheiro da competição com três gols marcados, coloca a seleção à frente de todas as demais.

“Enquanto o Messi estiver em campo, a Argentina é favorita para vencer a Copa América. Neymar é um gênio, mas Messi é Messi. Temos que ter fé”, disse o atual mandatário do clube argentino.

Líder isolada do Grupo A com dez pontos, a Argentina tem uma campanha idêntica à do Brasil. São três vitórias e um empate para cada time, mas a seleção de Tite fica à frente no número de gols marcados: 10 a 7.

Por outro lado, o craque Lionel Messi é o grande artilheiro da competição até aqui. Com um golaço de falta diante do Chile e outros dois tentos diante da Bolívia, o camisa 10 do Barcelona soma três gols. Neymar vem logo atrás com dois.

A Argentina luta para quebrar um longo tabu sem títulos. A última conquista da seleção principal aconteceu na edição da Copa América de 1993.